Domingos Soares de Oliveira, que participou hoje na Primeira Conferência de Mercado de Capitais do Estoril, notou que a Benfica SAD tem "capacidade para ir ao mercado contratar", mas referiu a intenção de "envolver os responsáveis do Fundo de Jogadores (ESAF, empresa do universo BES), no sentido de partilhar interesses".

O responsável da SAD sublinhou que também se está a estudar a possibilidade de o fundo constituído em Setembro com 40 milhões de euros, adquirir percentagens de passes de outros futebolistas que já integram o plantel do Benfica, embora não tenha mencionado quais e qual a percentagem do montante dos 18 milhões de euros que será aplicada.

"Aquilo que é importante é que esses 18 milhões sejam utilizados. Se são com jogadores já constantes do plantel ou com novos, não há qualquer percentagem definida sobre isso", afirmou Domingos Soares de Oliveira.

O administrador revelou também que não se encontra determinado ainda o valor de aumento do capital social da SAD – provavelmente no montante de 40 milhões de euros – com a incorporação da Benfica Estádio, uma das 10 empresas do universo do clube, na sociedade desportiva.

"É uma operação interna, que visa regularizar a dívida que o clube tem para com a SAD, regularizar a situação de capitais próprios da SAD e fazer uma optimização do ponto de vista empresarial. É uma solução tratada dentro do universo Benfica e não há necessidade de procurar novos investidores”, explicou.

O aumento de capital da SAD será levado a aprovação na Assembleia Geral do clube, a realizar-se a 15 de Dezembro, realizando-se a Assembleia da SAD no dia 23.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.