Rui Gomes da Silva abordou no habitual texto de opinião publicado no blogue 'Nova Geração Benfica' as declarações de Luís Filipe Vieira no passado sábado, no Seixal, onde alertou para a necessidade de segurar os "jogadores da casa" para alcançar o "sonho de ser campeão europeu".

O ex-vice-presidente dos encarnados espera que a anunciada promoção de "Jota, Ferro, Florentino e Willock" não "sirva de justificação para vender os jogadores de qualidade" do plantel principal "não oriundos do Seixal".

"Elogiar a formação não chega se ela só servir para alimentar o bolso dos que se enchem com ela! Quem? Os que ganham comissões das vendas... sejam ou não empresários de futebol! Quanto à segunda parte da declaração (para o que aqui interessa) na referência ao título europeu... fico muito contente com a mudança de visão", escreveu Gomes da Silva.

"Durante os 7 anos e meio em que fui vice-presidente do Benfica, o mínimo que me chamavam (todos os que, neste caso, e para este caso, interessam) era louco! Louco por achar possível uma coisa que - achavam eles - nunca mais aconteceria!", acrescenta.

O antigo dirigente do clube da Luz lamentou ainda a 'invasão' de adeptos do FC Porto à loja do Benfica em Matosinhos, no sábado, apontando o dedo à postura dos dirigentes dos azuis e brancos.

"Além da enorme iniciativa (que deverá ser devidamente elogiada) da "estrutura", esse "pequeno passo para o Benfica, passo gigantesco para os benfiquistas do Norte" (invertendo os termos da declaração original, por assim ser, silogisticamente, neste caso, mais de acordo com a realidade) incomodou alguma gente! Quem? Os que - dizem - andando a passear "invadiram" o loja do Benfica no Mar Shopping. Os que tendo medo de ver demonstrada a sua pequenez, não querem comparações com quem é - de facto - muito grande! Os que, tendo medo que se saiba os números de quem é do Benfica ... "na cidade e à sua roda" ... não querem permitir que, no Porto, se possa ser do Benfica! O problema do Porto - de quem o dirige e não dos dirigidos, ... que esses repetem o que veem - é precisamente esse. Quererem ser únicos num espaço ... com medo que se lhes descubra a verdadeira dimensão! Sozinhos serão sempre grandes! Quando comparados, reduzem-se à sua verdadeira dimensão!", escreveu

"Nunca deixarão de estar acantonados nas suas fronteiras, onde se julgam grandes, apesar de pequenos, por não terem (e por temerem) qualquer comparação. São assim os adeptos dos clubes regionais (como são assim os seus líderes)!", prosseguiu.

Rui Gomes da Silva deixou ainda uma 'farpa' aos rivais: "Para vibrar com os títulos de outras equipas onde jogam os jogadores oriundos da respetiva formação... já cá temos um clube em Portugal (do outro lado da 2.ª circular)".

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.