O Grémio continua a não querer abrir mão de Pepê, apesar do interesse do FC Porto. Desta vez foi o vice-presidente do clube gaúcho a assegurar que o extremo é "inegociável".

"Fazem 60 dias que nos desfizemos do Everton [Cebolinha, para o Benfica]. Vou reiterar as palavras do presidente: neste momento ele [Pepê] é inegociável, pois é fundamental para a equipa", afirmou Paulo Luz, numa conferência de imprensa na noite de sábado, após o empate frente ao rival Internacional no dérbi de Porto Alegre.

"Qualquer situação nova, vamos analisar a partir de 2021", concluiu.

Segundo o site 'Yahoo Esportes', o FC Porto chegou a oferecer 10 milhões de euros por Pepê, sendo que o Grémio pretende garantir 30% sobre uma futura mais valia da venda do jogador. Um valor inferior àquele que Atalanta (12 milhões) e Wolverhampton (15 milhões) já tinham oferecido ao clube de Porto Alegre, sendo que ambos também receberam resposta negativa.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.