Uma primeira parte onde o Vitória mostrou superioridade através um jogo ofensivo garrido e com vontade de marcar golos.

Aos 29 minutos, Nuno Assis percorreu o corredor do lado direito do campo e fez um excelente cruzamento para o lado esquerdo da grande área, onde estava Desmarets que rematou de primeira e de forma magistral para fundo das redes da baliza de Eduardo.

Minutos antes existiu uma grande oportunidade para os bracarenses. O lance nasceu nos pés de Hugo Viana que passou para Mossoró e o brasileiro cruzou para trás, já dentro da grande área, onde estava Evaldo que cabeceou ao poste da baliza de Nilson. No entanto, o lance estava anulado pelo fiscal de linha por suposto fora-de-jogo.

Depois do golo, o Vitória não abrandou e dois minutos depois, Andrezinho mandou uma bomba e a bola passou mesmo ao lado do posto de Eduardo.

Ainda nos últimos instantes da primeira parte, o Vitória fez tremer novamente o estádio quando Roberto rematou, dentro da pequena área, à figura de Eduardo depois de um pontapé de canto da direita.

Um Vitória de Guimarães muito ofensivo e mais agressivo que o líder Braga, além de um jogo mais rápido que por vezes deixa os bracarenses “perdidos” no relvado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.