O jogador do Rio Ave teceu duras críticas ao árbitro do encontro.

«Um ponto é sempre um ponto. Penso que, se nós estivéssemos aqui mais tranquilos, o resultado poderia ter sido outro, mas quando uma equipa está a necessitar de pontos o discernimento não é o mesmo.

Estou triste por uma simples razão, porque já há árbitros que tiraram o curso de medicina e que fazem diagnósticos dentro de campo.

A equipa do Beira-Mar troca muito bem a bola e tem outro conforto de almofada, mas fomos conseguindo impor o nosso futebol e equilibrar o jogo», disse Gaspar, este domingo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.