Os bracarenses preparam a recepção aos madeirenses do Marítimo, este domingo, para a 19ª jornada da I Liga, e Domingos Paciência disse que a formação comandada por Van der Gaag é “uma equipa forte devido aos dois últimos resultados positivos. Tem qualidade suficiente em qualquer estádio e resta-nos respeita-los. Estamos em casa e contamos com o apoio do nosso público”.

À 19ª jornada, Domingos Paciência ainda não se assume como um candidato ao título: “A humildade desta equipa tem de ser analisada jogo a jogo e a prova foi o que se viu no último jogo. Mas há pessoas a dizer que, mais dia, menos dia, o Braga vai cair. Se vamos conseguir ainda não sabemos. Não sei se temos a força suficiente”, desabafou Domingos.

“Depende de cada galo e em que poleiro está. Mas sabemos que estamos no bom caminho, e faço das palavras do Hugo Viana as minhas: Nós podemos ser ainda mais fortes”, acrescentou.

À margem daquilo que as pessoas pensam, Domingos continua a acreditar na sua equipa, até porque “há muita gente na rua que quer ver o Braga campeão, para o bem do futebol português.”

O Braga está a contas com várias ausências importantes, tais como Vandinho, Mossoró, Moisés e Paulo César e para a formação bracarense ultrapassar este obstáculo “tem de haver um espírito de sacrifício do resto da equipa, até no apoio aos colegas que não jogam”.

“Tenho que dar ânimo ao grupo de trabalho. Eu como treinador, além de me preocupar com o jogo também tenho de me preocupar com aspectos pessoais do meu grupo”, frisou o técnico dos minhotos.

Amanhã, domingo, a partir das 15 horas, o Estádio AXA, vai estar aberto ao público e Domingos Paciência quer ver o estádio cheio para “os jogadores poderem sentir o apoio”.

Mais logo, às 18 horas, Braga e Marítimo defrontam-se em jogo a contar para a 19ª jornada da I Liga.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.