Em declarações ao site brasileiro Lance!,Hulk voltou a defender a sua inocência no caso do túnel da Luz e faz acusações em relação a todo o processo.

"Acredito que foi uma situação armada, combinada. Eu não fui culpado, foi uma confusão generalizada e tudo caiu para mim. Isso prejudicou-me muito. Acredito que se não fosse isso, poderia estar no Mundial", disse o avançado brasileiro.

Na entrevista ao site brasileiro, Hulk questionou ainda a aplicação da pena. O avançado brasileiro afirmou que pena foi desproporcional e defendeu que se não tivesse ficado tanto tempo fora dos relvados poderia estar no Mundial 2010 com a selecção brasileira.

"Não deveria ser por tempo, que é só nos casos de doping, mas sim por jogos. Acabei por ficar de fora em 18 partidas do campeonato. Sendo assim, não havia hipótese de ir ao Mundial."

Hulk foi punido com quatro meses de suspensão e uma multa de 2.250 euros pela Comissão Disciplinar da Liga, sendo que mais tarde o castigo foi reduzido para apenas quatro jogos, por intermédio do Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.