O presidente do Vitória de Guimarães, Júlio Mendes, afirmou hoje que Ivo Vieira era o treinador que garantia mais "estabilidade" à equipa da I Liga portuguesa de futebol entre as opções que estavam em cima da mesa.

Depois de ter levado o Moreirense, outra equipa do concelho de Guimarães, ao sexto lugar, na época passada, o madeirense, de 43 anos, foi hoje confirmado como sucessor do treinador Luís Castro, e Júlio Mendes realçou que a escolha foi o resultado de um processo "demorado", no qual foram estudados os perfis de vários técnicos.

"A escolha de Ivo Vieira mereceu o voto favorável de todos os administradores da SAD, na reunião de hoje de manhã, o que me dá a garantia de que o treinador escolhido é a opção que assegura estabilidade no trabalho que tem de ser feito", frisou o responsável, em declarações aos jornalistas, na Câmara Municipal de Guimarães.

Apesar de a sua direção se ter demitido em bloco no dia 27 de maio, o que levou à marcação de eleições para 20 de julho, o presidente vitoriano realçou que a preparação da época 2019/20 está a ser "exatamente igual" às anteriores, com o "trabalho de casa" já feito de antemão.

"Tivemos outras épocas em que tivemos mudanças de treinador, tal como desta vez. Há aqui um ajuste que tem de se fazer com a entrada de um novo treinador. O trabalho será feito com absoluta tranquilidade, para que a equipa tenha a maior qualidade possível", frisou.

Apesar de não ter entrado em pormenores sobre possíveis entradas e saídas do plantel, Júlio Mendes adiantou que o Vitória vai ter de vender jogadores para "ter contas sustentadas" e "recursos" para contar com um plantel à altura para a Liga Europa - o clube entra em prova em 25 de julho, na primeira mão da segunda pré-eliminatória.

O presidente vitoriano esteve na Câmara de Guimarães, a propósito da receção à equipa campeã nacional de polo aquático.

O clube alcançou um título inédito, após ter recebido e vencido, no sábado, o Povoense, por 10-6, no terceiro e decisivo jogo da final da I Divisão - no primeiro, venceu por 13-10 e, no segundo, perdeu por 14-12, após desempate por grandes penalidades.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.