Após o triunfo por 1-0 sobre o Marítimo, naquele que foi o último jogo do V.Guimarães em casa para a I Liga esta temporada, Ivo Vieira, treinador dos vimaranenses, reconheceu a frustração por a equipa ter falhado o objetivo Liga Europa, mas destacou outros aspetos positivos da época.

"Não conseguimos o principal objetivo. Conseguimos, sim, valorizar bastantes atletas. O Marcus Edwards é um jogador que, provavelmente, hoje deverá valer 30 milhões. Já promovemos um [Tapsoba] que deu 18 milhões ao clube. Valorizámos outros que na época passada nem jogavam no Vitória. Isso não justifica não termos conseguido o quinto lugar, mas temos de ser equilibrados", frisou.

Falhado esse objetivo, Ivo Vieira compreende se, terminada a temporada, não continuar no clube. "Sempre tive o apoio da massa associativa, sempre estive satisfeito com a exigência nesta casa e convivo bem com isso. Mas há épocas em que os objetivos não são conseguidos. Sinto o apoio dos adeptos, mas quando não se têm os resultados pretendidos, obviamente que não se pode dar sequência no futuro", reconheceu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.