O treinador do Sporting, Jorge Jesus, fez esta sexta-feira a antevisão do 'clássico' da 15ª jornada no Estádio de Alvalade, e comentou a atual liderança dos FC Porto depois da derrota dos 'leões' na Madeira na última jornada.

"É um justo líder. Quem está na frente é justo. Só foram mais fortes uma jornada que o Sporting. Mas agora estão na frente. Não quer dizer que isto se possa manter por muitas jornadas. Amanhã podemos voltar ao primeiro lugar. É importante o Sporting ter um comportamento de equipa com qualidade coletiva e individual", afirmou Jorge Jesus quando questionado sobre a justiça do primeiro lugar do FC Porto de Julen Lopetegui.

Questionado sobre o reencontro com o técnico basco, Jorge Jesus admitiu que irá cumprimentar um colega de profissão, e que o futebol é sempre presente, nunca passado.

"O importante são os jogadores e a qualidade coletiva e individual. Claro que ambas têm um treinador. Para mim, o futebol é o presente. O que tiver de acontecer, e se encontrar o meu companheiro vou cumprimentar como todos os colegas", admitiu Jorge Jesus.

Já instado a comentar as duas derrotas consecutivas do Sporting, e que custaram a eliminação da Taça de Portugal e o primeiro lugar do campeonato, Jorge Jesus admitiu que ninguém gosta de perder, mas que amanhã tem uma hipótese de regressar à liderança do campeonato nacional.

"Ninguém gosta de perder. Quando se perde não é agradável. A equipa não estava habituada e espero que possa manter o grau de exigência que tem mantido. A única coisa que mudou é que a nossa equipa passou do primeiro para segundo. Amanhã, vamos tentar voltar para o primeiro lugar. Vamos tentar fazer isso. E o nosso adversário vai tentar o contrário", atirou Jorge Jesus.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.