O treinador do Benfica Jorge Jesus está cada vez mais longe de um entendimento com Luís Filipe Vieira com vista à permanência do técnico no Estádio da Luz.

O jornal A Bola escreve na edição desta quarta-feira que o divórcio pode estar próximo. Na terça-feira, treinador e presidente não estabeleceram qualquer diálogo, o que pode ser um prenúncio para o afastamento que parece agora irreversível.

Na segunda-feira, Vieira e Jesus falaram não sobre a renovação de contrato, mas sim de uma oferta que o treinador recebeu de um clube do campeonato francês, que o técnico do Benfica recusou. Para Jesus, sair de Portugal não é uma prioridade, a não ser que receba uma grande proposta de um tubarão europeu.

Com o estrangeiro fora da mira, tudo se compunha para um entendimento entre Jesus e o Benfica, no entanto, faltará tudo para se chegar a um acordo.

O líder dos encarnados quer que o técnico se comprometa a apostar na formação do clube e a baixar o salário. Do lado do ainda timoneiro da equipa encarnada, este não vê vontade em Vieira para renovar com ele, por isso o divórcio definitivo pode estar iminente.

Do outro lado da segunda circular pode estar o próximo clube do treinador português de 60 anos. Perante a expectável saída de Marco Silva, o nome de Jesus é o mais desejado no reino do leão.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.