Dada como certa na passada semana, mas apenas com vista ao final da presente temporada, a ida de Rodrigo Pinho para o Benfica pode, afinal, ser antecipada e ocorrer já neste mercado de transferências de janeiro. Isto se for atendida a vontade de Jorge Jesus.

É que de acordo com a edição desta segunda-feira do jornal 'Record', o treinador dos 'encarnados' pretende contar com os serviços de Rodrigo Pinho já de imediato, ainda nesta janela de transferências, acreditando que a chegada imediata do goleador dos madeirenses pode fazer desde já a diferença.

Para que tal seja possível, contudo, será preciso a direção do Benfica negociar com o Marítimo. É que se no final da temporada Rodrigo Pinho chegaria 'a custo zero', para ter o jogador em janeiro o Benfica terá de compensar o conjunto insular pela saída daquele que é o seu melhor marcador da época.

Assim, acrescenta o 'Record', as 'águias' estão dispostas a avançar com uma proposta de 400 ou 500 mil euros, bem como a cedêcia com partilha do passe de outro jogador do Benfica que não entre nos planos de Jorge Jesus, ficando as 'águias com opção de compra dessa percentagem.

O acordo com o jogador está fechado, e quanto a isso não restam dúvidas, com o jornal 'A Bola', a revelar que o novo contrato com as águias, válido por cinco temporadas, vai render ao jogador um prémio de assinatura de 800 mil euros brutos e um salário a rondar os 500 mil euros líquidos anuais. Resta, agora, saber se a sua ida para a Luz será imediata, ou apenas no final da época.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.