João Paulo Rebelo, secretário de estado do desporto, repudiou os ataques ao autocarro do Benfica, que acabou por levar ao hospital Andrija Zivkovic e Julian Weigl.

"É profundamente lamentável, como são de lamentar todos os episódios de violência que infelizmente se associam ao desporto. Tenho dito que o desporto nada tem que ver com a violência. Os adeptos da violência não podem ser adeptos de desporto, que preconiza e protagoniza valores que nada têm que ver com a violência. Lamentamos e repudiamos todo o tipo de ações como esta", referiu à margem de um evento em Torres Vedras.

"E lamento ainda que aconteça num momento em que Portugal é visto como um exemplo do ponto de vista internacional, na retoma das competições desportivas», acrescentou, pedindo ainda responsabilidades aos dirigentes. «O Governo tem feito a sua parte, é essencial que todos os façamos. Os dirigentes têm particulares responsabilidade acrescidas, mas o comum adepto deve ter uma atitude contributiva para que estas pessoas sejam erradicadas", acrescentou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.