O jornal “A Bola” foi à procura dos números e descobriu que desde há 10 anos, época em que estava no Benfica o alemão Jupp Heynckes, que não se via um Benfica tão eficaz, já que à 7.ª jornada os encarnados somavam os mesmos 19 pontos que hoje lhe permitem ocupar o segundo lugar da I Liga.

Impressionante também é a média de golos da equipa de Jorge Jesus. Nas sete partidas até agora disputadas, o Benfica marcou 24 golos e tem assim uma média de quase 3,5 golos por jogo. Já a defesa parece não abanar e apenas encaixou quatro golos, menos quatro que na mesma altura do ano passado.

De resto, desde o início do campeonato, há 76 anos, apenas por quatro vezes o Benfica chegou a esta fase da época com mais pontos. A última das quais foi já há uns distantes 27 anos.

Um nome que parece indissociável deste êxito estatístico é o de Jorge Jesus, que, ao somar 19 pontos em sete jornadas, passou a merecer o título de treinador português com melhor arranque da Liga.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.