O Sporting venceu hoje o Portimonense por 2-0, em jogo da 15.ª jornada da I Liga de futebol, resultado que deixa os 'leões' isolados na liderança da prova, com mais um jogo.

Um golo de Bruno Fernandes, logo aos nove minutos, abriu caminho à vitória sportinguista, conjunto que ampliou aos 60 minutos, pelo holandês Bas Dost, que é, para já, o segundo melhor marcador do campeonato com 13 golos, a três do brasileiro Jonas, líder com 16.

No fina do jogo, o treinador do Sporting mostrou-se muito satisfeito com triunfo diante do Portimonense e só lamentou o resultado escasso dadas as oportunidades de golo criadas pelos 'leões'.

"Três coisas importantes neste jogo: uma grande entrada, uma excelente vitória, dois golos de grande qualidade numa partida em que saímos com 2-0 no final mas podiam ter sido cinco ou seis. Foi dos jogos em casa que mais oportunidades tivemos para fazer golo. Não conseguimos, mas o objetivo foi atingido. Durante os 90 minutos, o Portimonense não nos criou problemas praticamente nenhuns. Sabemos que é uma equipa que fora deu muito trabalho aos nossos dois rivais. A nós não nos deu trabalho nenhum felizmente. É sinal que a equipa teve muito bem defensivamente. É verdade que depois da expulsão as coisas estavam mais difíceis para o Portimonense. Lembro-me do lance 5x0. O Gelson mais 4 jogadores na pequena área. Não conseguimos fazer golo, quase que a jogada tinha de ir para os apanhados. Foi um jogo dificil, mas fácil em criar ocasiões de golo", começou por dizer Jorge Jesus..

"Quando não entro muito no jogo é quando as coisas estão a correr bem. Nos primeiros 20 minutos, foi uma equipa com muita qualidade. Parecia que estava a jogar bilhar entre aspas. Senti que os golos iam aparecer porque a dinâmica da equipa estava a ser muito forte e o primeiro golo apareceu rapidamente. Esta equipa do Sporting tem jogadores com muita expêriencia de carreira, que sabem exatamente o que querem e o que são os momentos do jogo. Para eles, o importante não é fazer três, quatro ou cinco mas sim garantir a vitória e não sofrer golos e as vezes isso tira-nos alguma dinâmica mas são jogadores habituados a ganhar títulos. Uma coisa é ganhar jogos, outra é ganhar títulos", acrescentou o técnico encarnado.

"[Liderança?] Não sabe a nada. O sabor é no final. O que é importante é que desde que chegamos ao Sporting só no 2.º ano é que não disputamos até ao ultimo palmo a conquista do título. Uma coisa é participar no campeonato, outra é disputar o título. Temos criado bases para isso. Este ano, estamos muito satisfeitos com a equipa que temos. Vamos pensando jogo a jogo. Importante é no final de maio. No final de maio é que é importante chegar em primeiro. Só se pode chegar em primeiro com vitórias, só se pode chegar em primeiro se andar lá em cima. E é isso que o Sporting tem feito. Andar lá em cima", sentenciou o treinador do Sporting.

Com esta vitória, o Sporting comanda a prova com 39 pontos, mais três do que o FC Porto, que cumpre o seu compromisso na segunda-feira - receção ao Marítimo -, enquanto o Portimonense ocupa a 11.ª posição com 16 pontos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.