Jorge Jesus destacou a superioridade demonstrada pelo Benfica sobre o Sp.Braga no triunfo por 2-0 no terreno dos 'arsenalistas', sublinhando que só a grande atuação de Matheus na baliza minhota evitou um resultado mais dilatado.

"Podíamos ter saído daqui com uma vantagem muito maior. É verdade que o jogo tornou-se mais fácil a partir da expulsão do Fransérgio, mas também é verdade que onze contra onze o Benfica já tinha perdido duas oportunidades na cara do guarda-redes do SC Braga e sem o SC Braga ter feito um remate à nossa baliza e o guarda-redes do Braga tirou três ou quatro golos ao Benfica. Fez uma grande exibição", apontou.

Jesus assinalou a importância do triunfo alcançado sobre um adversário direto. "Temos de recuperar na classificação. Hoje foi um confronto direto com o SC Braga e a equipa conseguiu ganhar e passar para a terceira posição, com um jogo de muita qualidade", lembrou.

O treinador do Benfica falou ainda sobre Lucas Veríssimo, que teve de ser substituído depois de apresentar queixas físicas "Ele começou a dizer que sentia as pernas muito pesadas, que não sentia o corpo. Disse que se estava a sentir doente. Antes do jogo já tinha dito ao médico que não se estava a sentir bem. Como era o estado do corpo, podia jogar a 60 ou a 70 por cento, e não o tirei. O que é que ele tem? Não sei, espero bem que não seja aquilo que eu penso", referiu Jorge Jesus.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.