No habitual comentário de domingo, Luís Marques Mendes considerou que a contratação de Jesus para o comando técnico do Benfica é ato de "desespero" por parte de Luís Filipe Vieira.

"Serve para desviar atenções de uma época humilhante e disfarçar os problemas judiciais que o Benfica tem, que não são poucos, e que minam a imagem de credibilidade", referiu.

"O Benfica pediu quase de joelhos que Jesus voltasse", acrescentou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.