O presidente da Académica e candidato a novo mandato, José Eduardo Simões, prometeu anunciar quarta-feira o novo treinador da equipa de futebol, caso seja reeleito hoje, enquanto o seu adversário, Maló de Abreu, disse ter nomes equacionados.

Depois de ter exercido o direito de voto, José Eduardo Simões, candidato pela lista A, afirmou aos jornalistas que, se ganhar as eleições, vai convocar para quarta-feira «uma conferência de imprensa para anunciar o treinador e alguns reforços que já estão contratualizados».

Ainda sem treinador definido, Maló de Abreu, que encabeça a Lista B, aponta essa tarefa como prioridade. Por isso, caso seja eleito, promete reunir a direcção para encetar contactos, no sentido da escolha do técnico, embora o perfil e alguns nomes já estejam pensados.

Após ter exercido o seu direito de voto, José Eduardo Simões reiterou que «na Académica a democracia funciona» e mostrou-se tranquilo e confiante na vitória, alicerçada «no trabalho feito, nas obras realizadas, nos projectos de futuro e fora da esfera da política».

Por sua vez, logo a seguir, Maló de Abreu mostrou-se também confiante na vitória nestas eleições, baseado «na mudança, na mística e na memória, isso que falta agora à Académica».

Se o primeiro realça o desejo de um futuro seguro e estável para que na Académica não aconteça aquilo que aconteceu a outros clubes (descida de divisão ou desaparecimento), o segundo deseja uma Académica tranquila, sem aflições no campeonato, ao contrário daquilo que tem acontecido nos últimos anos.

Sobre os ‘outdoors’ da Lista B afixados junto do local de voto, algo que o vice-presidente Luís Godinho denominou de “vergonha”, por terem sido colocados segunda-feira, às 23h00, Maló de Abreu respondeu que estão legais, a mais de 50 metros do local das urnas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.