O Sporting de Braga empatou hoje 1-1 no terreno do Arouca, em jogo da sétima jornada da I Liga de futebol, e desperdiçou a oportunidade de continuar ‘colado’ a FC Porto e Sporting na perseguição ao Benfica.

Pedro Santos, aos 48, deu vantagem à equipa bracarense no Estádio Municipal de Arouca, mas os minhotos consentiram um golo a Walter González, aos 85, e deixaram escapar aquela que seria segunda vitória seguida no campeonato, após a derrota a meio da semana com o Shakhtar Donetsk (1-0), na Liga Europa.

"Fizemos uma excelente primeira parte, em que criámos várias situações e fomos muito superiores ao Arouca. Criámos situações de golo para já estar a vencer. Na segunda parte entrámos muito bem, marcámos o golo e continuámos. Sabíamos que em alguns momentos podíamos passar por dificuldades porque em 72 horas não conseguimos recuperar todos os jogadores. O Arouca foi criando perigo através de livres, alguns, na minha opinião, marcados sem justificação. Tivemos várias situações de contra-ataque na segunda parte, mas não conseguimos concretizar. Não conseguimos ter a frescura para isso. Os meus jogadores foram guerreiros. É o início de um processo, com jogadores novos, conseguirmos juntar-nos ao FC Porto e ao Sporting no segundo lugar seria muito bom. Mas não vou daqui triste porque fizemos um grande jogo. Fomos guerreiros, tal como queríamos. A haver um vencedor teríamos de ser nós", afirmou José Peseiro no final do jogo.

"Há penálti sobre o Djavan, que é convertido em falta contra o Sp. Braga. O Mateus sai da baliza, bate a bola, desliza na relva - ele não tem travões às quatro rodas -, leva um amarelo que não é, que o condiciona nos lances futuros, e falta que não há e dá o golo do empate. Depois, o Hassan é agarrado na área, já depois dos 90 minutos. Mais um penálti por marcar. É verdade que eles têm um lateral que bate bem os livres, mas ter 15 livres num jogo é demasiado. O Arouca empatou com mérito, também carregou, mas também beneficiou de alguns aspetos", acrescentou José Peseiro.

O Braga conservou o quarto lugar, com 14 pontos, menos dois do que o FC Porto (2.º) e o Sporting (3º) e a cinco de distância do líder, o Benfica, enquanto o Arouca, que somou o seu primeiro ponto após três derrotas sucessivass, segue em 16.º e antepenúltimo lugar, com cinco.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.