José Peseiro não acredita que o lance que originou a grande penalidade convertida por Jonas seja falta. Na zona de entrevistas rápidas da BTV, o treinador do Vitória de Guimarães admitiu que não ficou satisfeito com a derrota frente ao Benfica por 2-0.

"Parámos as dinâmicas mais fortes do Benfica, nomeadamente nos corredores. Questiono só os critérios com que se marca um penálti. Questiono-me sobre como é que se marcam estes penáltis em Portugal. Para mim, não é penálti. É muito difícil pedirmos a um jogador para saltar muito e não saltar com o impulso dos braços. Não quero estar a inflamar, até porque inflamado já está o futebol português".

O técnico dos vimaranenses disse ainda que não ficou satisfeito com o resultado e que teve pena de sofrer um golo tão perto do intervalo.

"Na primeira parte não existiram oportunidades de golo para o Benfica, na segunda já existiram. É verdade que o Benfica foi superior, pena termos sofrido o golo naquela altura. No geral não estou satisfeito porque não fizemos nenhum ponto nem nenhum golo".

O Benfica venceu o Vitória de Guimarães por 2-0 e está no primeiro lugar da Primeira Liga à condição, uma vez que o FC Porto apenas entra em campo na segunda-feira. Jonas fez os dois golos do encontro no Estádio da Luz.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.