O Desportivo de Chaves regressou hoje às vitórias na I Liga portuguesa de futebol, ao derrotar em casa o Belenenses, por 3-1, depois de ter estado a perder neste jogo da sétima jornada.

Domingos Duarte, à passagem da meia hora, deu vantagem ao Belenenses no Estádio Municipal de Chaves, mas Braga, aos 75, de grande penalidade, Bataglia, aos 83 e William, aos 85, deram o primeiro triunfo em casa aos flavienses e impuseram a segunda derrota no campeonato ao clube de Lisboa, depois de cinco jogos sem perder.

"Foi um jogo equilibrado na primeira parte, bastante equilibrado. Tivemos sorte em nos adiantarmos no marcador, estávamos bem organizados e com boa atitude, subimos bem. Na segunda metade, penso que o Chaves foi superior e, por força da sua superioridade, conseguiu o primeiro golo que, na minha opinião, não era grande-penalidade e, a partir daí, ficámos destabilizados emocionalmente e organizacionalmente e o Chaves teve muita entrega e confiança", afirmou o treinador espanhol do Belenenses após o jogo com o Desportivo de Chaves.

"A segunda parte não foi de facto boa, sobretudo depois de o árbitro apitar algo que não é grande penalidade. Mas, parabéns ao Chaves pela capacidade de luta, tendo-nos faltado maior capacidade de fazer. Poderia ser um resultado mais justo, como um empate, mas mereceram a vitória. O Chaves tem equipa para, pelo menos, estar na metade da tabela, tem jogadores com muita capacidade", acrescentou Julio Velázquez.

Depois de ter sofrido a sua primeira derrota na ronda anterior, ao perder em casa com o Benfica, o Chaves subiu provisoriamente ao quinto lugar, com 12 pontos, enquanto o Belenenses segue em oitavo, com nove.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.