A Juventude Leonina, claque afeta ao Sporting, assinalou esta quarta-feira o regresso da I Liga com um comunicado no qual diz não perceber por que razão os estádios não irão poder ter pessoas a assistir ao jogos enquanto outros espetáculos, em "recinto fechado", já podem ter público.

A claque 'leonina' diz, pois, estranha a "dualidade de critérios" no que toca aos jogos à porta fechada e em relação a esses outros espetáculos, dando mesmo como exemplo o concerto de Bruno Nogueira e Manuela Azevedo, "Deixem o Pimba em Paz", realizado segunda e terça-feira no Campo Pequeno, em Lisboa.

"Não deixa de ser estranho a dualidade de critérios existente, pois nos estádios, que são abertos, não podem estar adeptos e os jogos realizam-se à porta fechada, mas numa sala como o Campo Pequeno, um recinto fechado, já podem estar mais de 2 mil pessoas, entre elas as mais altas instâncias do país", aponta o comunicado da Juve Leo, que salienta que "despidas de adeptos, uma peça fundamental do fenómeno desportivo, o futebol deixa de ser futebol".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.