Paulo Sérgio nega que o Sporting tenha duas caras, uma na Liga Europa e outra no campeonato. Mas olhando para as estatísticas, vemos um Sporting europeu goleador (a equipa mais concretizadora na competição) com 12 golos marcados em 3 jogos, já no campeonato e, em oitos jogos disputados, vemos um Sporting que conseguiu fazer balançar as redes adversárias por apenas sete vezes.

A juntar a isto, há outro dado que tem de se ter em conta: a insistência com que os atacantes leoninos acertam nos postes quando jogam para o campeonato português. Em oito encontros da primeira Liga, o Sporting já contabiliza nove bolas no “ferro”. Hélder Postiga é o mais “certeiro” nestas contas com quatro remates ao poste.

Só no encontro Benfica – Sporting, relativo à quinta jornada é que os leões falharam os travessões da baliza contrária. Em todos os restantes jogos, Paulo Sérgio desesperou no banco pelas bolas que teimavam em não entrar. No último jogo diante do Rio Ave, por mais três vezes isso aconteceu. E quando a bola entrou, enquanto Abel festejava com os colegas o tento obtido, o capitão de equipa, Daniel Carriço, aproveitava a ocasião para pontapear, com violência, os postes da baliza defendida por Paulo Santos na segunda parte, pelas bolas que havia devolvido, num tão curto espaço de tempo.

Ora se transformássemos essa “pontaria desmedida” em golos certos, o Sporting estaria num confortável segundo lugar com 19 pontos, a apenas três do líder invicto FC Porto.

Na primeira jornada, o Sporting teria então empatado em casa do Paços de Ferreira, graças a um remate de Hélder Postiga que em vez da trave tivesse encontrado a baliza adversária. À quarta jornada, os leões teriam somado três pontos diante do Olhanense, com a bola que Liedson cabeceou à trave da baliza adversária. O mesmo aconteceria com os empates diante de Nacional da Madeira e Beira-Mar que passariam a vitórias.

Mas os jogos não vivem de suposições. Aqui entra o papel de Paulo Sérgio e restante equipa técnica que têm de afinar as botas dos seus jogadores no campeonato para que, perante 7,32m de largura e 2,44m de altura de baliza, consigam concretizar.

Confira aqui em vídeo os lances azarados dos leões.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.