Léo admitiu que ainda não conhece Grimaldo como gostaria, mas não tem dúvidas de que o espanhol é um jogador de qualidade para poder vestir a camisola do Benfica. Em entrevista ao jornal ‘A Bola’, o antigo jogador dos ‘encarnados’ assumiu que, sem qualidade, não há espaço na equipa da Luz.

“Não conheço ainda bem. Ouvi falar, li algo que o Pep Guardiola está de olho nele, mas ainda não tenho uma opinião. No entanto, para vestir aquela camisola, ser titular como tem sido, tem de ser bom, não há hipótese”.

Léo teve uma passagem consistente no lado esquerdo da defesa do Benfica durante três temporadas. Quando Quique Flores assumiu o comando técnico, a situação inverteu-se. Depois de um ‘confronto’ com o espanhol, saiu do clube e rumou ao Brasil para jogar no Santos. Apesar de estar do outro lado do Atlântico, o jogador mantem-se atento ao que se passa em Portugal.

“ O Benfica é daquelas coisas coisa na vida que você não esquece. Tenho um carinho muito grande pelo clube e pelos adeptos, quando surgiu uma oportunidade de um jogo de despedida foi logo o primeiro clube que me veio à cabeça, não tinha outra hipótese. Quero tornar público o meu agradecimento eterno ao Benfica”.

O defesa brasileiro passou quatro temporadas em Portugal. No entanto, na última acabou por apenas fazer cinco jogos antes de sair do plantel de Quique flores. Para trás ficaram 127 jogos com a camisola do Benfica e dois golos.

O clube lisboeta vai marcar presença no jogo de despedida de Léo. Os ‘encarnados’ vão enfrentar o Santos num encontro dedicado ao defesa esquerdo. O brasileiro de 41 anos vai estar presente no relvado, mas não revelou se vai envergar a camisola da equipa portuguesa ou brasileira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.