Num comunicado divulgado após a conferência de Carlos Carvalhal, o Sporting acusou a notícia de "falsidade em todo o seu conteúdo."

Na nota, com apenas três pontos e assinada pelos capitães João Moutinho, Polga e Tiago, os leões condenam "veementemente a tentativa de desestabilização no seio do grupo de trabalho com inverdades e sem qualquer fundamento", terminando o comunicado com a garantia de "coesão, unidade e solidariedade" do grupo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.