Julen Lopetegui, treinador do FC Porto, insinuou esta sexta-feira que Jorge Jesus tentou virar a atenção mediática para o incidente no pós-clássico de forma a encobrir a polémica nomeação de João Capela para o Gil Vicente-Benfica.

"O que aconteceu depois do clássico? O treinador do Benfica definiu isso perfeitamente depois do jogo. Disse que são coisas do futebol e que quem não jogou futebol não o consegue entender. Depois tentou virar outra vez o foco para isso, falando a um jornal. É algo realmente estranho", disse o espanhol na conferência de imprensa de antevisão do encontro com o Vitória de Setúbal.

"Se calhar o que se pretende é que não se fale de algo com que nos enganam, que é: quem nomeou o árbitro do jogo deles de domingo [n.d.r.: o jogo Gil Vicente-Benfica disputa-se no sábado]? Se calhar a estratégia é essa, ele tem experiência nisso. Falar a um jornal tem uma intenção clara. Com o nome de Capela não se enganam, com o meu sim", acrescentou.

Instado a comentar a polémica da publicação "Dragões Diário", que criticou abertamente a nomeação de Capela, Lopetegui respondeu: "Já dei a minha opinião sobre isso. Acabou. Não há mais nada a falar. O que realmente me interessa é o jogo de Setúbal".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.