O treinador do FC Porto, Julen Lopetegui, foi de poucas palavras na conferência de imprensa após o 'clássico' no estádio da Luz da 30ª jornada, mas deixou uma ideia muito clara: o FC Porto foi a única equipa que procurou ganhar no jogo.

Na conferência de imprensa após o empate a 0-0 entre Benfica e FC Porto, Lopetegui assumiu que a luta pelo primeiro lugar agora já não depende dos 'dragões' depois de um nulo que acabou por ser um mau resultado para os portistas.

"O FC Porto ainda tem hipóteses de conquistar o título? Sim, mas as hipóteses não passam por nós. Só houve uma equipa aqui que quis ganhar, e fomos nós. Tivemos ocasiões muito claras de golo. O objetivo deles era o empate, queríamos ganhar, creio que na segunda parte tenho a apontar a componente disciplinar um cartão amarelo que não foi mostrado, são detalhes, fizemos mais que eles, o resultado não foi justo, mas há que levantar-se e ganhar os próximos quatro jogos", afirmou Julen Lopetegui.

"Tivemos de tomar mais riscos na segunda parte, porque precisávamos de ganhar. A única maneira de anular o ambiente era não deixá-los ter a bola. Agora está mais difícil, mas a nossa obrigação é ganhar as quatro, hoje queríamos ganhar e procurar atacar, e creio que tivemos ocasiões claras de golo", acrescentou o técnico portista antes de abandonar a sala de imprensa.

Sobre o incidente com Jorge Jesus após o apito final, Julen Lopetegui não se quis pronunciar sobre o que aconteceu com o técnico do Benfica.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.