O ex-árbitro Luciano Gonçalves foi hoje eleito como o novo presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF), sucedendo a José Fontelas Gomes, candidato ao conselho de arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol.

Com 35 anos, árbitro entre 2003 e 2014, Luciano Gonçalves foi eleito para o quadriénio 2016/2020, com 98,3% dos votos, não tendo sido divulgado o número de votantes.

Em declarações à agência Lusa, o novo líder da APAF salientou que pretende criar um ambiente mais ameno, para que os árbitros possam trabalhar "sem pressões". "Queremos tentar criar condições para que o ambiente em torno da arbitragem seja muito mais ameno, para que os árbitros possam desempenhar o seu trabalho como os jogadores, sem pressões durante a semana, e criar condições para que possam crescer nos seus distritos, o que acaba por não acontecer muito atualmente, devido à publicidade negativa criada à volta da arbitragem", afirmou.

Luciano Gonçalves deixou uma mensagem clara para todos os órgãos do futebol português e vincou que vai lutar para dar as melhores condições a todos os agentes de arbitragem.

"Um dos principais objetivos é a credibilização da arbitragem portuguesa, olhando para a base, de modo a que possa crescer de forma sustentada e solidificada. Toda a estrutura do futebol e futsal pode contar com a APAF. Comprometemo-nos credibilizar o futebol, dando as melhores condições possíveis aos árbitros, de modo a que possam ter boas condições de trabalho", sublinhou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.