Luís Bernardo, diretor de comunicação do Benfica, deixou críticas fortes à pretensa "promiscuidade" entre futebol e política, depois da inclusão de Rui Moreira, presidente da Câmara Municipal do Porto, na lista de recandidatura de Pinto da Costa.

"Já não bastava o nível de promiscuidade política, sem paralelo, evidente nas listas de Pinto da Costa com um desfile de atuais e ex-políticos, ficámos agora a saber que o designado sucessor para presidente do FCP e atual presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, é notícia porque já reuniu com colegas autarcas para discutir assuntos relacionados com a construção da prometida futura academia do FCP", escreveu num artigo publicado no site do Benfica, deixando ainda uma questão no ar: "Afinal quem é o vicário de quem entre Rui Moreira e Pinto da Costa?"

Luís Bernardo também lembrou as acusações do FC Porto depois da polémica em relação à oferta de convites por parte das águias.

"Assim se expõe toda a hipocrisia de todos aqueles que rasgaram as vestes e tanto se indignaram com a banal oferta de dois bilhetes para um jogo a um responsável político, e que agora em situação de caos financeiro demonstram que afinal vale tudo, desde financiamentos públicos para o Porto Canal, passando por uma lista para o Conselho Superior manifestamente incompatível com a necessária transparência e salvaguarda do interesse geral", acrescentou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.