Luís Castro, treinador do Rio Ave, considera que a eficácia do Benfica foi peça chave para o resultado da partida.

Primeira parte

"Foi um jogo com uma entrada forte do Benfica, que não conseguimos contrariar. Acabámos por fazer uma boa segunda parte, na primeira os primeiros 15 minutos foram decisivos, mas a partir daí foi um jogo muito equilibrado. Queríamos ter posse de bola, tirar-lhe a iniciativa, mas não conseguimos. Retificamos na segunda parte e tornámos o jogo mais objetivo. Tivemos alguma dificuldade na nossa ligação na frente de ataque".

Equipa mudou no segundo tempo

"A equipa fez uma segunda parte num nível muito bom. Houve muito mérito da nossa parte para que o jogo tendesse para o nosso lado", acrescentou.

Recordes?

"O nosso caminho não é feito de recordes, é feito jogo a jogo. Os resultados definem a justiça do marcador, neste caso a vitória do Benfica foi justa"

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.