Luís Duque entregou hoje a sua lista de candidatura às eleições da Liga, que se realizam na próxima terça-feira, e criticou a postura de Pedro Proença, considerando que o antigo árbitro tem uma postura muito centrada na pessoa do candidato.

"Tínhamos a noção que ia aparecer. É uma candidatura atrasada, faria mais sentido se fosse há nove meses. Felizmente a liga é hoje uma entidade credível e está estabilizada financeiramente", disse.

Sobre o discurso do ex-árbitro, Luís Duque considera que a candidatura “é muito centrada na pessoa do candidato. “Eu sei que é a Liga NOS, mas a candidatura de Proença é só eu, eu, eu".

Questionado se estaria confiante na vitória nas eleições, Luís Duque referiu que foi ele que pediu que se convocasse um novo ato eleitoral. “Pedi que se convocasse novas eleições para que se pudesse abrir uma nova página na Liga, hoje, felizmente com a ajuda de todos, foi possível. Por isso decidi avançar. Queremos colocar as pessoas nos estádios, não há uma liga forte, sem os clubes serem fortes", declarou.

Luís Duque revelou ainda os clubes proponentes da sua candidatura: Benfica, Belenenses, Boavista, Braga, Tondela, Mafra, Oriental, Farense, Aves e Famalicão.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.