O assessor jurídico do Benfica, Paulo Gonçalves, não resistiu ao caso e-toupeira e já tem acordo com Luís Filipe Vieira para cessar funções no clube da Luz nas próximas semanas.

Segundo escreve esta sexta-feira o jornal A Bola, o diretor jurídico não resistiu ao caso e-toupeira e o anúncio da desvinculação com o Benfica será feito nas próximas semanas.

Recorde-se que Paulo Gonçalves tem sido um dos principais visados nos vários processos a decorrer na justiça contra o Benfica nomeadamente o 'e-toupeira'.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.