O treinador do SL Benfica assegura que está a trabalhar para ter uma equipa mais forte na próxima época, e que tudo vai fazer tirar o título ao FC Porto.

Em entrevista ao diário A Bola, Jorge Jesus diz que o SL Benfica vai estar mais forte na próxima época para lutar com o FC Porto pelo título de campeão nacional. O técnico inclui ainda o Sporting na luta pelo primeiro lugar, naquele que será o grande objectivo dos encarnados

«Nós estamos a trabalhar para sermos mais fortes do que fomos no ano passado para querermos reconquistar novamente o troféu que já foi nosso. Portanto, vamos ter de lutar para tirarmos essa conquista do campeonato ao Porto cientes que estamos a formar uma equipa para isso. Acho que para o ano o Sporting também vai estar forte e vai ser um candidato ao título, não de conversa mas dentro das quatro linhas», disse Jorge Jesus.

Sobre o plantel encarnado para a próxima época, o técnico diz que vai haver mais soluções, em quantidade e em qualidade, e que está preparado para perder jogadores no plantel ao contrário do que aconteceu na época passada em que o «Benfica foi vítima do seu próprio sucesso, mas nenhum clube do mundo ganhou tanto dinheiro na venda de jogadores».

«Eu não direi que é um Benfica mais forte, direi que é um Benfica com mais soluções. Tenho muito mais soluções. Estou preparado para perder qualquer jogador neste momento. Um dos factores que nós analisamos este ano é que tínhamos que melhorar a quantidade e a qualidade no plantel para fazer face a esses factores», assegurou Jesus.

Apesar de não ter conquistado o campeonato nacional, Jorge Jesus lembra que a equipa do SL Benfica também fez coisas positivas na época passada.

«Houve vários factores que contribuíram para que a época não fosse igual à primeira. Não fomos campeões, mas gostaria, antes de falar no que não correu bem, de referir que apesar de tudo houve coisas positivas durante a época: somámos 18 vitórias consecutivas, nessas estão incluídas onze na Liga, quando no ano em que fomos campeões só conseguimos nove; fomos à meia-final da Liga Europa, o que não sendo um êxito total, acabou por ser mais desvalorizado por termos sido eliminados por uma equipa portuguesa, o SC Braga; fomos, ainda, a única equipa que, na Liga Europa, só perdeu um jogo. É verdade que nos tirou a presença na final, mas até o FC Porto perdeu mais. Houve coisas positivas.»

Sobre o que não correu bem, Jesus considera que o mau arranque no campeonato nacional esteve directamente influenciado pelo Campeonato do Mundo.

«Devido ao Campeonato do Mundo, cinco jogadores nucleares chegaram em cima do início do Campeonato e isso tirou a forma à equipa. Depois, é verdade que em alguns desses jogos fomos muito prejudicados. Perdemos três e o FC Porto ganhou-nos avanço pontual. Passámos o campeonato a correr atrás da pontuação. O FC Porto soube ganhar a vantagem e teve mérito em mantê-la. Nunca conseguimos recuperar, porque o FC Porto fez uma Liga forte.»

A caminho da terceira temporada no comando técnico do Benfica, Jorge Jesus sente que tem o apoio dos adeptos encarnados e sabe que no clube da Luz a luta pelo título é sempre uma obrigação.

«Os adeptos do Benfica acreditam em mim, eu sinto que eles acreditam em mim. Aquilo que eu prometo aos adeptos é que tudo aquilo que eu faça é a pensar sempre no Benfica. Não tomo nenhuma decisão em que não pense que estou a defender os interesses do Benfica. Quem se sentar no banco do Benfica, neste caso vou ser eu no terceiro ano, tem que pensar que está ali para ser campeão. Portanto não há outro caminho, outra estratégia fora disto é estar a mentir e eu mentir aos adeptos não minto».

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.