O presidente do Vitória de Guimarães, Macedo da Silva, conversou hoje com os jogadores sobre a situação da equipa, última classificada da Liga de futebol, tendo transmitindo uma mensagem de «apoio» e pedido, ao mesmo tempo, «responsabilidade».

«Sim, fui ao balneário falar e apoiar os jogadores e a equipa técnica. Estivemos a analisar a situação da equipa e fiz uma chamada de atenção para alguns pormenores que achei que devia fazer», revelou à Agência Lusa.

O líder vitoriano disse ter encontrado um plantel com bom espírito, apesar da difícil situação em que a equipa orientada por Rui Vitória se encontra, à oitava jornada do campeonato: ocupa, isolada, a última posição da tabela classificativa, com apenas quatro pontos.

«Foi uma conversa que tinha que ter com eles, de apoio e respeito, mas também de responsabilidade. O momento não é o melhor, mas estou convencido de que, com este plantel, vamos melhorar e dar o salto para onde devemos estar na tabela», disse.

Para Macedo da Silva, a equipa técnica liderada por Rui Vitória, que substituiu Manuel Machado com duas jornadas realizadas, «não está em causa, era o que faltava».

«Ainda agora com o Olhanense (derrota por 1-0), estivemos sempre por cima, com mais posse de bola, mais oportunidades, mas não temos sido felizes», notou.

O dirigente manifestou a vontade de começar a virar o rumo da temporada já no domingo, na receção ao Rio Ave, em jogo da nona jornada da Liga.

«Temos que começar a dar a volta já no domingo e queremos contar com o apoio da nossa massa associativa e dar-lhe uma alegria, porque já merece», afirmou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.