"Bruno de Carvalho não se preocupa com o Sporting e sim consigo próprio, mais uma vez tentou desestabilizar. Há um ano falei disso. Marca a diferença. Já não me apetece falar mais dele. Se tinha maioria, nesta altura só terá de 5 a 10%. Desmoronou-se e nesta altura aparecem uma série de candidatos oportunistas" disse, esta segunda-feira, Pedro Madeira Rodrigues, em declarações à TVI.

"Não imaginava que íamos chegar tão baixo. Sabia que Bruno de Carvalho ia ter um fim complicado, mas não tão baixo. Não havia um chefão nos nossos rivais, alguém para seguirmos como cordeiros, com sinais de autoritarismo. E isso no Sporting não ia funcionar. Cresci com os valores democráticos", concluiu sobre o tema.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.