O treinador do Sporting de Braga disse hoje que a entrada de Manuel Cajuda para o comando técnico da União de Leiria «é uma dificuldade extra» para o jogo da sétima jornada da Liga de futebol, domingo.

«Essa situação é uma dificuldade extra para nós. O Manuel Cajuda é um treinador com muita experiência no futebol português e que trabalha bem as suas equipas a nível motivacional», disse Leonardo Jardim.

Na antevisão da partida, o técnico dos “arsenalistas” foi claro:

«Acredito que vai motivar os seus jogadores até ao limite do que é possível. Conhece também bem o Braga e tem assistido aos nossos últimos jogos. Até por aí tem mais argumentos para preparar este jogo do que nós.»

Manuel Cajuda, que orientou o Sporting de Braga durante sete temporadas, em dois períodos diferentes, substituiu esta semana Vítor Pontes, que tinha, por sua vez, substituído Pedro Caixinha pouco tempo antes.

Leonardo Jardim admitiu não saber «ao certo como é que a União de Leiria irá apresentar-se», mas disse esperar um adversário «extremamente motivado, reflexo da entrada do novo treinador».

«Mas, também estou à espera de uma boa resposta dos meus jogadores. Têm que mostrar os seus atributos, de modo a provarmos a razão de estarmos no primeiro lugar. Apostamos num futebol positivo e, obviamente, na vitória», declarou.

À partida para a sétima ronda, o Sporting de Braga era terceiro classificado, com os mesmos pontos do segundo, o Benfica, e do primeiro, o FC Porto, e o técnico considerou ainda que «andar na frente é sempre uma pressão positiva».

«Pelo que vou lendo, os nossos adversários motivam-se muito quando defrontam o Braga, mas os nossos jogadores têm que estar preparados e jogar em todas as provas com ambição e, no caso do campeonato, lutar pelos lugares da frente. O grupo sabe que tem que passar por algumas dificuldades e está a preparar-se, sobretudo em termos mentais, para suportar essas motivações extra dos adversários», afirmou.

O Sporting de Braga perdeu pela primeira vez esta época na quinta-feira, diante do Club Brugge (2-1), para a Liga Europa, e também a invencibilidade caseira nas competições europeias que durava há um ano.

«Foi uma situação nova e não gostámos. Apesar de não estar em causa a mesma prova, queremos retificar e regressar às vitórias. É com esse objetivo que vamos defrontar a União de Leiria», reforçou.

O regresso de Vinícius e nova ausência de Meyong são os destaques nos eleitos de Leonardo Jardim, que continua a não poder contar com Custódio e Paulo César, em recuperação de lesões, tal como Nuno André Coelho, Zé Luís e Ukra, estes mais atrasados.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.