“É uma boa oportunidade para outros jogadores, que têm jogado menos, demonstrarem o porquê de estar no plantel do Vitória de Setúbal”, disse o técnico sadino, que domingo não poderá contar com Ney, Neca, Keita e Hélder Barbosa, todos castigados.

Ney cumpre o segundo jogo de castigo pelos incidentes à entrada do túnel do estádio Municipal de Braga quando ainda estava ao serviço dos bracarenses, Neca viu o cartão vermelho no jogo com o Benfica e Hélder Barbosa frente à União de Leiria. O ponta-de-lança Keita cumpre castigo por acumulação de cartões amarelos.

O treinador Manuel Fernandes garante confiar nos jogadores que vão alinhar de início no jogo com a Naval, em que os sadinos pretendem regressar às vitórias, depois de uma série de cinco empates consecutivos.

“Os meus jogadores sabem que, nos jogos em que a equipa corresponde, eu não mudo. A não ser que seja um caso muito pontual”, acrescentou Manuel Fernandes, assegurando que dá oportunidades a todos os jogadores.

Referindo-se à Naval, Manuel Fernandes disse tratar-se de “uma equipa com processos muito rotinados desde a entrada do novo treinador, Augusto Inácio, que “não dá muitas linhas de passe ao adversário” e que tem “jogadores rápidos no contra-ataque, que podem complicar a vida a qualquer equipa”.

“Espero uma Naval semelhante à que jogou com o Vitória de Guimarães. O Inácio tentou atacar pela certa, jogou mais na espera e na contenção, porque estava a jogar com uma equipa superior”, explicou.

O Vitória de Setúbal está no 14º lugar da tabela classificativa, com 16 pontos, menos três do que a Naval, que está no 12º lugar com 19 pontos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.