Manuel José aponta as razões para a crise leonina: Comunicação, estratégia de Jesus e falta de opções no plantel são alguns dos pontos enumerados.

Em declarações ao jornal Record, o técnico considera que "Jesus não tem soluções à altura".

"Jesus não muda porque não tem soluções à altura. Markovic é um insucesso, Elias joga pouco e o André pouco joga. O Castaignos está mais... para o cinzento. Não se aposta, também, em miúdos talentosos como o Matheus. Nem sempre se transforma um pau de vassoura num jogador".

Exigência dos adeptos

"Jesus mudou pouco porque percebeu que isto começou a ficar apertado e no jogo com o V. Setúbal, o mais acessível desta série, foi cauteloso e deu-se bem. Mas o problema dele é que as substituições não têm resultado. Aos adeptos foi prometido o céu e até ver... tudo isso cria maior ansiedade e responsabilidade entre os jogadores".

Estrutura

"É preciso que os jogadores se identifiquem com os companheiros e no máximo devem ser alterados dois a três jogadores para manter uma base consolidada. Veja o exemplo do Bruno César: joga em todo o lado mas não se consolida como devia".

Discurso de Jesus e Bruno de Carvalho

"Outro dos problemas passa pelo discurso de presidente e treinador, que acaba por ter influência na forma cada vez mais ansiosa como os jogadores entram em campo. E também se acumularam demasiadas vitórias morais".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.