O Benfica vai passar o fim-de-semana na liderança do campeonato português, depois de mais exibição de encher o olho e com a máquina goleadora "encarnada" cada vez mai afinada. Desta feito o palco foi o estádio do Restelo.

A equipa comandada por Rui Vitória apontou mais uma mão cheia de golos. No total, o Benfica já leva 59 golos no campeonato, número já por si impressionantes.

Minuto 58: O Benfica dá uma machadada final na partida. Mitroglou fez o terceiro golo e garantiu praticamente os três pontos para o conjunto da Luz.

É impressionante a facilidade com que o Benfica faz golos. A forma como sufoca o adversário e o encosta às cortas, aumenta a probabilidade do oponente cometer um erro. E foi isso que sucedeu numa infantilidade de Gonçalo Silva que perdeu uma bola, que acabou por resultar no golo de Mitroglou.

Mas o jogo dos bicampeões nacionais também passou por uma excelente circulação, sob a batuta do mago Gaitán.

Tal como tinha anunciado o seu treinador na antevisão da partida, foi um Belenenses sem autocarro, descomplexado e com poucas cautelas defensivas que se apresentou no terreno de jogo. Acabou por pagar a ousadia com uma derrota pesada. Ainda quis fazer das suas no segundo tempo e acabou por dispor de algumas oportunidades para marcar, por Juanto e Carlos Martins, mas Júlio César não deixou.

Destaques

Mitroglou


O grego começa a cair no goto dos adeptos. Frente ao Belenenses apontou três golos. Já leva 10 golos na Liga Portuguesa.

Jonas e Gaitán – os homens que fazem a diferença

Não é só o rei dos golos, mas começa a ser também um caso sério em matéria de assistências. Ao Belenenses marcou mais dois e leva 22 tentos no campeonato. Desbloqueou ainda o marcador, quando o resultado marcava um nulo, com uma assistência para Mitroglou inaugurar o marcador.

Gaitan: Passou por ele grande parte do jogo do Benfica. Recuperou muitas bolas. Fez mais duas assistências para a conta pessoal.

Lindelof: Foi o escolhido para o centro defesa (Depois das lesões de Lisandro e Luisão) e estreou-se a titular para o campeonato. Esteve sempre sereno e seguro. Maturidade e classe é o que não faltam a esta jovem jogador.

Belenenses

Carlos Martins

Uns dos mais inconformados. Fez uso algumas vezes do seu forte pontapé, mas não esteve com a pontaria afinada.

Abel Aguilar

O internacional colombiano fez o seu primeiro encontro com o Belenenses, mas claramente ainda está à procura da melhor forma, depois de muitos meses parado.

Com este triunfo, o Benfica está provisoriamente na liderança da Liga.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.