O extremo da Académica Marinho afirmou hoje que o encontro da oitava jornada da Liga portuguesa de futebol, frente ao Paços de Ferreira, é para vencer, por se tratar de um adversário do mesmo campeonato.

«Vai ser mais um jogo do nosso campeonato e, portanto, mais um para vencer. Vai ser complicado, pelo facto de o Paços de Ferreira vir de uma vitória para a Taça de Portugal, que certamente que lhe deu confiança, mas nós vamos entrar, como em todos os jogos, para disputar o resultado e tentar sair de lá com os três pontos», afirmou o jogador, em antevisão da partida com a equipa nortenha.

O avançado alertou para o ambiente que os “estudantes” vão encontrar na Capital do Móvel, em especial «pela envolvência do Estádio», a fim de não serem surpreendidos, tal como tem acontecido em épocas anteriores.

Marinho justificou que o bom início da “Briosa” se deve à qualidade existente no plantel, que tem como principal objetivo a manutenção, mas que «não tem tetos na ambição, querendo chegar o mais longe possível».

Admitiu ainda, a nível pessoal, «alguma irregularidade» no início do campeonato, devido «a problemas físicos», mas que tem sido bem aproveitada por um companheiro de equipa, o costa-marfinense Sissoko.

«Senti alguns problemas físicos no início da época, mas a pouco e pouco vou chegando lá. Espero que o Sissoko continue em boa forma e continue a ser o quebra-cabeças das outras equipas, que triunfe e tenha a melhor sorte do mundo», concluiu o jogador.

A Académica defronta o Paços de Ferreira na sexta-feira, no Estádio da Mata Real, em partida agendada para as 20h15.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.