O antigo futebolista brasileiro Mário Jardel doou a Bota de Ouro, que premeia o melhor marcador dos campeonatos europeus, conquistada na temporada 2001/02 ao serviço do Sporting ao museu do clube, anunciaram hoje os ‘leões’.

"Estar aqui dá-me uma enorme alegria porque me faz voltar ao passado. Revi fotografias minhas e revi amigos que foram meus companheiros de equipa. Estou muito grato ao Sporting", afirmou o antigo jogador, em declarações ao site do clube.

Da época 2001/02, na qual os ‘leões’ se sagraram campeões nacionais, Jardel recorda uma "equipa estrondosa, que László Bölöni construiu".

"Agradeço a todos aqueles que fizeram parte desse ano estrondoso. Marquei 42 golos em 30 jogos e tive o privilégio de jogar ao lado do [Cristiano] Ronaldo, [Ricardo] Quaresma e do 'papai' João Pinto", referiu o brasileiro, de 47 anos.

A Bota de Ouro ficou exposta junto a uma fotografia gigante de Jardel, entre Héctor Yazalde e Cristiano Ronaldo, o que deixa o ex-jogador orgulhoso: "O Yazalde tem uma história incrível dentro do clube. São nomes com muita história, estar ao lado deles é gratificante".

Além da Bota de Ouro conquistada na temporada 2001/02, Mário Jardel tem outro galardão conseguido ao serviço do FC Porto, na época 1998/99, na qual apontou 36 golos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.