Com Vítor Oliveira castigado, Mário Nunes, o adjunto analisou o regresso aos triunfos do Gil Vicente (3-0) frente ao Ves.

O que fez de diferente o Aves para regressar aos triunfos?

"O que muda é que conseguimos faturar nas primeiras ocasiões que tivemos. Já tínhamos tido nos outros jogos, mas não aproveitamos e isso complica muito. Tivemos uma entrada muito forte. Tivemos a competência para fazer golos cedo e depois facilita e ajuda a estabilizar."

Linha de cinco do Aves

"Relativamente ao adversário, tínhamos previsto que poderia acontecer. Linha de cinco traz vantagem e desvantagens, possibilitou-nos aproveitar mais pelas laterais."

Gil Vicente mais tranquilo na tabela

"Ainda não podemos descansar. ainda há muitos pontos em disputa. É uma boa meta, mas não nos garante a permanência, os 33 pontos, mas temos que continuar a trabalhar para amealhar mais pontos."

O Gil Vicente regressou hoje aos triunfos na I Liga portuguesa de futebol, ao vencer em casa o lanterna-vermelha Desportivo das Aves, por 3-0, em jogo da 28.ª jornada.

Após quatro jogos sem vencer e com três derrotas após a retoma da I Liga, depois da paragem causada pela covid-19, o conjunto de Barcelos voltou a triunfar, com golos de Henrique Gomes (10 minutos), Ruben Ribeiro (36) e Lino (90).

O Gil Vicente subiu ao 11.º lugar, com 33 pontos, enquanto o Desportivo das Aves é 18.º e último classificado, com 14 pontos, estando a 14 da zona de manutenção.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.