O jogo entre o Marítimo e o Santa Clara, da jornada inaugural da I Liga de futebol, vai realizar-se hoje sem vídeoárbitro (VAR), face ao impedimento do árbitro Manuel Oliveira, que não conseguiu viajar para o Funchal.

Em comunicado, o Conselho de Arbitragem (CA) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) revelou que a “Liga de Clubes, responsável pela marcação de viagens e estadias das equipas de arbitragem que atuam nas competições profissionais, agendou a viagem dos árbitros para este sábado à noite”.

No entanto, o CA explica que as “condições atmosféricas adversas” inviabilizaram a viagem do juiz da Associação de Futebol do Porto e dos respetivos assistentes, o que ditou a sua substituição por um árbitro da segunda categoria (C2) que já estava na Madeira. Como os elementos da C2 não estão credenciados pelo International Board (IFAB) para o uso do vídeoárbitro, o encontro vai realizar-se sem recurso ao VAR.

“Face a este impedimento, o Conselho de Arbitragem nomeou a equipa C2 constituída por Anzhony Rodrigues (árbitro), Luís Freitas e Nuno Pereira (assistentes) e Roberto Santos (quarto árbitro), que se encontra na Madeira”, refere a nota publicada no sítio oficial da FPF.

 O encontro estava agendado para este sábado mas teve de ser adiado para domingo porque o Santa Clara não conseguiu voar para a Madeira a tempo.

Leia o comunicado da FPF

"Jogo da Liga NOS será dirigido por equipa C2 e não terá vídeo-árbitro.

A equipa de arbitragem chefiada por Manuel Oliveira não conseguiu viajar para a Madeira, pelo que não estará esta tarde no Marítimo-Santa Clara, jogo para o qual tinha sido indicada pelo Conselho de Arbitragem da FPF.

A Liga de Clubes, responsável pela marcação de viagens e estadias das equipas de arbitragem que atuam nas competições profissionais, agendou a viagem dos árbitros para este sábado à noite. Devido a condições atmosféricas adversas, os voos de Portugal Continental para a Madeira foram cancelados, pelo que os árbitros – que sairiam do Porto - não conseguiram viajar.

Face a este impedimento, o Conselho de Arbitragem nomeou a equipa C2 constituída por Anzhony Rodrigues (árbitro), Luís Freitas e Nuno Pereira (assistentes) e Roberto Santos (quarto árbitro), que se encontra na Madeira.

Uma vez que o árbitro do jogo não está certificado pelo IFAB, o Marítimo-Santa Clara será dirigido sem o apoio do vídeo-árbitro.

O Conselho de Arbitragem da FPF"

O jogo entre o Marítimo e o Santa Clara, que assinala a estreia das duas equipas neste campeonato, está agendado para as 16:00, no Estádio do Marítimo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.