O FC Porto ainda não terá pago ao Marselha as primeiras prestações relativamente a venda de Gianelli Imbula. De acordo com uma carta enviada pelo clube francês e que foi divulgada pelo site “Football Leaks”, os "dragões" ainda não pagaram as prestações de julho e setembro, no montante de 10 milhões de euros.

Na mesma carta divulgada pelo site “Football Leaks”, o Marselha recorda ao FC Porto que tinha ficado estabelecido o pagamento de 20 milhões de euros pelo médio francês, montante esse que seria pago em quatro prestações de cinco milhões. As duas primeiras prestações, de 30 de julho de 2015 e 15 de setembro de 2015, ainda não tinham sido liquidadas à data da carta, enviada de 15 de setembro e com registo de correio no dia 22 do mesmo mês. As outras duas prestações terão de ser pagas a 15 de julho de 2016 e 15 de setembro de 2016.

O clube francês lembrou ao FC Porto que tinha de liquidar urgentemente as duas prestações, no valor de 4.825.000 euros mais 4.825.000. A diferença de 4.825.000 para 5 milhões refere-se ao imposto.

O Marselha adverte que poderá recorrer aos tribunais para defender os seus direitos, caso o FC Porto não pague no prazo estabelecido.

Gianelli Imbula trocou o Marselha pelo FC Porto no verão, tendo custado 20 milhões de euros aos "dragões".

O site "Football Leaks" tem abalado o futebol português nos últimos dias, com a divulgação de documentos relativos aos contratos de treinadores e jogadores do Benfica, Sporting e FC Porto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.