Maxi Pereira tem estado a jogar em sacrifício há um mês pelo FC Porto. De acordo com o jornal O Jogo, o defesa uruguaio sofreu uma pancada forte no encontro dos ‘dragões’ frente ao Moreirense e ficou com algumas mazelas desse embate. No entanto, a vontade do jogador e o facto de querer dar o seu contributo levaram-no a continuar a ser opção para Nuno Espírito Santo que mantém a aposta nele.

O lance que colocou algumas dificuldades físicas a Maxi aconteceu na primeira parte do jogo com a equipa de Moreira de Cónegos, num embate em que o jogador levou uma entrada dura no joelho. Apesar das dores, o uruguaio continuou em campo até ao final da partida. Frente ao Vitória de Guimarães voltou a ser opção e jogou os 90 minutos.

Apesar da vontade do defesa ser a de estar presente e dar o contributo em todos os encontros, existe uma forte possibilidade de Maxi Pereira ficar de fora do encontro da 22ª jornada frente ao Tondela. A partida contra os últimos classificados da Primeira Liga antecede o jogo da primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões frente aos tetracampeões italianos, Juventus.

Perante este cenário, Nuno Espírito Santo pode ver no encontro contra a equipa de Viseu uma oportunidade de fazer descansar o lateral e, ao mesmo tempo, voltar a introduzir Miguel Layún que, ontem, recebeu um reforço de confiança por parte de Nuno Espírito Santo (saiba mais aqui).

Maxi Pereira chegou ao FC Porto na temporada passada depois de o seu contrato com o Benfica ter chegado ao fim. O defesa uruguaio assumiu-se como titular da equipa dos ‘dragões’ e uma das peças fundamentais de Nuno Espírito Santo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.