O internacional uruguaio do FC Porto, Maxi Pereira, falou sobre a luta pelo título e da importância da pressão dos adeptos para que a equipa regresse à conquista de troféus. Numa entrevista ao Jornal de Notícias, o antigo jogador do Benfica falou ainda da sua mudança para o FC Porto e sobre a necessidade de ajudar os 'dragões' a reconquistar o título de campeão.

"Creio que vai ser muito importante terminar o ano com vitórias. Já deixámos muitos pontos pelo caminho, pontos que não pensávamos perder. Falta muito campeonato ainda e há jogos muito difíceis. Está provado que se pode empatar ou perder com qualquer equipa", afirmou Maxi Pereira sobre o último jogo do ano para a Taça da Liga.

"Temos um bom grupo com muita gente jovem com muita ambição. Acho que isso é o mais importante, é um grupo que tem vontade de vencer, que tem vontade de vencer o campeonato e acho que a base é isso, a mentalidade de cada jogador, de cada equipa, de cada grupo. Estamos num clube ganhador, vamos lutar até ao fim e queremos ganhar o campeonato", acrescentou Maxi Pereira sobre a qualidade e ambição do grupo liderado por Nuno Espírito Santo.

"A pressão dos adeptos é uma pressão boa que é linda. É uma pressão de equipa vencedora, de uma equipa que não está habituada a estar tanto tempo sem ganhar nada. Estamos numa equipa que está habituada a ganhar e obviamente a pressão existe sempre. Um jogador que está numa equipa grande tem de aguentar essa pressão e saber que é uma pressão positiva e que as pessoas vão exigir se sejas campeão", disse Maxi Pereira sobre a pressão dos adeptos em ganhar o campeonato nacional.

"No primeiro ano que vim para o FC Porto, obviamente que se sentiu (a surpresa dos adeptos) porque os adeptos também me fizeram sentir, e também foi uma mudança grande. Agora as coisas estão mais tranquilas, as pessoas já não falam muito disso. As pessoas do Porto, mesmo os adeptos são mais latinos, mais ao estilo sul-americano, são diferentes. Depois as pessoas fazem-te sentir que respiram futebol e vivem do futebol", frisou o lateral direito uruguaio sobre a sua saída do Benfica para o FC Porto.

"O presidente do FC Porto, a verdade é que sempre me demonstrou o seu apoio, o seu carinho. Desde que vim para o Porto, ele falou comigo várias vezes e isso para qualquer jogador de futebol é muito importante, sentir que tem o apoio da pessoa que o quis trazer para o clube é muito importante", sentenciou Maxi Pereira sobre a importância da relação de Pinto da Costa com os jogadores do FC Porto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.