O FC Porto venceu o Vizela por 4-2 e está a um pequeno ponto de ser campeão. Os portistas estarão já a tentar reservar o Estádio da Luz para a festa. Resta saber se os benfiquistas estão a aceitar reservas...

O jogo no Dragão pareceu um episódio de "Friends", com drama, comédia, momentos caricatos e um final feliz para os da casa.

Pedro Silva, guarda-redes do Vizela decidiu fazer o primeiro 'Giveaway' em direto num campo de futebol e deu um golo ao Porto. Toma lá, Pipoca Mais Doce, nunca te tinhas lembrado disto pois não? Também não seria mal pensado colocarem espelhos retrovisores nos estádios, sabem, daqueles espelhos que temos nos cruzamentos mais manhosos, para ver quem vem de trás ou dos lados. Nesta situação teria dado imenso jeito.

O segundo golo portista não tardou. Schettine demonstrou porque é que não nos devemos meter no trabalho dos outros. Schettine fez-se passar por central e pontapeou Grujic. Manuel Mota ainda teve dúvidas, mas pensando bem no preço a que estão os vidros para a montra do seu talho, decidiu ir ver a gravação e marcou penálti para o FC Porto. Taremi não se fez rogado e marcou o segundo golo do jogo.

A partida parecia estar decidida, mas alto lá: não estava! O Vizela tomou uma injeção de adrenalina através de Alex Mendez. O jogador americano à entrada da área portista marcou um golo "à lá Picasso", uma verdadeira obra prima que deveria estar exposta num qualquer Louvre ou Reina Sofia desta vida.

Na segunda parte, Nuno Moreira lembrou-me um dos meus jogos de infância preferidos que era o "estoura". O "estoura" era um jogo onde que nem loucos tentávamos rematar a bola com a maior potência possível contra outro colega na esperança de ver algum sangue jorrar de um nariz. Caso não sangrasse, seria sempre prazeroso deixar uma daquelas tatuagens em forma de hexágono numa coxa ou barriga. Sentiram a nostalgia, não sentiram?

Ora bem, Nuno Moreira fez isso com o Mbemba, mandou-lhe um estouro ao peito e a bola resvalou para a baliza traindo Diogo Costa.

O empate estava feito no Dragão e o jogo relançado .De um lado portistas a tremer e do outro Sportinguistas de joelhos a rezar a todos os santos e mais alguns.

Aconteceu que o que Mbemba tira, Mbemba dá e o central portista subiu à área do Vizela para marcar um belo golo. Mbemba fez um passe muito bem colocado para as redes adversárias e estas abraçaram a bola com felicidade. Deviam ter dito a Anderson que normalmente não dá bom resultado marcar o adversário com os olhos...

Já no final da partida Taremi demonstrou que não marca só de penalty e matou o jogo com um tiro que só saiu à segunda. O Porto está a um ponto ou a um deslize do Sporting de se sagrar campeão e bem o pode ser já este domingo ou no próximo jogo... na Luz.

Servirá o Estádio da Luz de salão de festas ou irá adiar os festejos azuis?

Em breve saberemos...

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.