O treinador do Moreirense disse esta sexta-feira que as derrotas com o Benfica estão esquecidas, ambicionando pontuar na visita ao União da Madeira no domingo, em jogo da 21.ª jornada da I Liga em futebol.

"Queremos pontuar. O nosso grupo é especial e rapidamente ultrapassou isso. O passado não influencia o futuro. O presente sim", disse o técnico Miguel Leal em conferência de imprensa.

O Moreirense sofreu, nos últimos dois jogos, duas pesadas derrotas frente ao Benfica (6-1 para a Taça da Liga e 4-1 para o campeonato), mas o treinador dos vimaranenses garantiu que a equipa "já esqueceu isso" e está "concentrada no próximo jogo".

"A partir de agora temos de pensar nos adversários e jogos do nosso campeonato. Este [jogo] é muito importante para pontuar. Determinante mesmo. Vai ser difícil. O adversário está em crescendo. Temos de estar focados", disse Miguel Leal.

Para o técnico, "mais difícil" do que as derrotas recentes foi o mau arranque da equipa na I Liga, mas também esse momento parece ultrapassado com Miguel Leal a reiterar o objetivo de conquistar 30 pontos para garantir a manutenção.

"Terminámos a primeira volta com um ponto abaixo do que aquilo que eu projetava. Nesta segunda volta, neste momento já temos mais pontos face aos que fizemos nas primeiras seis jornadas", analisou o treinador.

O contra-ataque e as jogadas "muito rápidas" de "jogadores muito talentosos na frente" são os aspetos que mais preocupam Miguel Leal num União da Madeira que, disse, "nunca o surpreendeu porque sabia que iria fazer um bom campeonato".

O Moreirense, 15.º classificado com 20 pontos, defronta no domingo pelas 16h00 o União da Madeira, que ocupa a 12.º posição com 23 pontos, num jogo que será arbitrado por Manuel Mota, da associação de futebol de Braga.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.