O avançado, de 22 anos, estava vinculado ao Maxaquene até Dezembro e terá sido indicado por Litos, com quem trabalhou em 2009. Segundo o jornal O País o Maxaquene vai encaixar 20 mil dólares (16 mil euros).

Segundo avança o jornal O País, de Moçambique, o jogador fica com uma cláusula de rescisão de 500 mil euros, sendo que o Maxaquene terá direito a 50 por cento do valor de uma eventual transferência futura.

O jogador afirmou estar radiante pela transferência, que considerou "um passo positivo" e revelou o sonho de um dia vir a alinhar no Manchester United.

"A minha ida para o Portimonense pode servir de trampolim para altos voos na minha carreira. Como jogador de futebol não vai ser complicado (a integração), até porque tenho a vantagem de ser conhecido pelo treinador e vai ser um bom desafio para mim", disse.

Hélder Pelembe considera que o futebol português "apresenta outro ritmo competitivo quando comparado com o moçambicano" e afirma-se disposto a mostrar o seu valor e dar o seu melhor na equipa, este ano na Primeira Liga.

Além de contar com o apoio do treinador, o jogador espera também a ajuda de Mexer, o central moçambicano emprestado pelo Sporting ao Olhanense, outro clube algarvio.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.