O internacional argelino do FC Porto está na mira do Mónaco de Leonardo Jardim para a próxima época, escreve esta terça-feira a edição em papel do prestigiado jornal desportivo francês "L'Équipe".

De acordo com a informação veiculada pelo referido diário desportivo francês, o Mónaco classificou Yacine Brahimi como sendo um 'objetivo prioritário' para a próxima época e que o emblema monegasco deverá "avançar com uma proposta nas próximas horas" pelo internacional argelino do FC Porto.

Segundo escreve o "L'Équipe", o Mónaco vai avançar para a contratação de Brahimi na sequência das saídas de Keita Baldé para o Inter de Milão e de Thomas Lemar para o Atlético Madrid. Baldé foi emprestado ao Inter de Milão por seis milhões de euros e uma opção de compra de 42 milhões de euros. Já a transferência de Lemar para o Atlético Madrid rendeu aos monegascos 70 milhões de euros, mas deixou o plantel de Leonardo Jardim sem opções para os flancos de ataque.

Perante este cenário, os dirigentes do Mónaco identificaram Brahimi como um alvo 'prioritário' e nem a cláusula de rescisão do argelino fixada nos 60 milhões de euros parece 'assustar' o clube da Ligue 1 por saber que Brahimi está no seu último ano de contrato e que poderia assinar em janeiro por outro clube.

No entanto, os importantes encaixes financeiros realizados recentemente permitem ao Mónaco uma boa margem para apresentar uma proposta que obrigue o FC Porto a aceitar a saída de Brahimi. O clube portista tem apenas metade do passe do argelino e no caso da permanência do extremo no Dragão ainda têm de pagar uma verba à Doyen.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.